menu
Santa Cecília do Pavão - PR. | Whatsapp: 4391376555
-
ESPORTES
ESPORTES
Postada em 08/06/2016 ás 10h54 - atualizada em 08/06/2016 ás 10h54
LONDRINA PERDE PARA O CEARÁ FORA DE CASA
LONDRINA PERDE PARA O CEARÁ FORA DE CASA

Claudio Tencati lamenta chances desperdiçadas pelo Londrina (Foto: Reprodução/Premiere)

O técnico Claudio Tencati pediu maior poder de finalização ao Londrina após a derrota para o Ceará, por 1 a 0, na Arena Castelão, pela sétima rodada da Série B do Brasileiro. Para o treinador, o Tubarão não soube ser cirúrgico nas oportunidades que teve para liquidar a partida e acabou sofrendo o gol no segundo tempo.

– Tem que começar a ser decisivo. A competição exige consistência, ter um poder de fogo alto. Os jogos são muito iguais. Precisa desse poder de fogo para ser cirúrgico, quando surgirem as chances tem que ir lá e fazer – comentou.

Para Tencati, o Londrina fez uma partida equilibrada contra o Ceará, apesar do maior controle de bola do adversário em alguns momentos da partida. O treinador sentiu a falta de inspiração em alguns setores da equipe e lamentou principalmente a chance desperdiçada por Igor Bosel, no começo do jogo – aos nove minutos, o lateral ficou de frente para o gol após cobrança de escanteio, mas desviou de coxa a bola e acertou o travessão.

– O time não teve um dia tão inspirado em alguns setores. Consequentemente, nos deixou sem forças em alguns momentos para equilibrar o jogo, principalmente quando eles recuaram mais. O Ceará tinha um propósito, foi melhor em alguns momentos. Tivemos alguns contragolpes, criamos oportunidades no primeiro tempo, mas no futebol você não pode desperdiçar a primeira chances. Nós tivemos a primeira chance em um escanteio, o Igor Bosel teve a infelicidade e mandou na trave. Se faz 1 a 0 ali, muda o jogo. Futebol é aproveitamento. O Ceará fez isso, saiu na frente e nos obrigou a ter alternativas – avaliou.

Mesmo jogando fora de casa, Tencati voltou a apostar em uma formação mais ofensiva, com três atacantes – Jô e Paulinho Moccelin abertos pelos lados e com Keirrison como referência. Com isso, o Londrina chegou a levar perigo, mas pecou nas finalizações. Por outro lado, o treinador também resolveu dar maior proteção no meio-campo, com a entrada do volante Bidía no time titular, deixando o meia Zé Rafael no banco.

– A gente sabia da qualidade do Ceará no meio-campo, principalmente pelo lado esquerdo. Precisávamos de dois volantes que marcassem mais forte no meio. Isso funcionou em vários momentos. No primeiro tempo, os meias deles foram pouco efetivos, só foi acontecer isso no segundo tempo. A proposta também era ter velocidade com a posse da bola. Sabíamos que a defesa do Ceará tinha dificuldades na composição e na cobertura, com laterais que atacam bastante. Nós tivemos oportunidades com o Paulinho Moccelin e com o Jô. Infelizmente, o gol não aconteceu e o Ceará aproveitou em um momento que recuamos demais – disse.

Com a derrota, o Tubarão fecha a rodada na 12ª posição, com nove pontos ganhos. Na próxima rodada, o Londrina encara o Vila Nova-GO, sábado, às 16h (de Brasília), no Estádio do Café.

FONTE: GLOBOESPORTE.COM/PARANA
leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Qual sua expectativa em relação ao novo(a) prefeito(a)?

Péssima
45 votos - 33.6%

Ótima
45 votos - 33.6%

Mais ou menos
44 votos - 32.8%

facebook
twitter
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium